Notícias

Projeto Doação de Sangue

Projeto Doação de Sangue

Publicado em 17 | 03 | 2014 às 18:22

Acadêmicos de Ciências Biológicas recebem representante do Hemepar de Apucarana

Projeto Doação de Sangue FAFIJAN

Texto por: Departamento Ciências Biológicas/FAFIJAN | Fotos por: Edilaine Cerutti

Na noite de sexta-feira, 14 de março, reuniram-se o vice-coordenador do curso de Ciências Biológicas Jorge Takasusuki,  a organizadora do projeto “Doação de Sangue, Medula Óssea e Cidadania” Edilaine Cerutti Borges, os representantes dos acadêmicos e a Diretora da instituição Maria Gertrudes Gonçalves de Sousa Guimarães, com a Assistente Social da Divisão de Hematologia do Hemepar (Hemonúcleo de Apucarana) Liana Lopes Bassi.

Com objetivo de informar e passar novas orientações sobre a Doação de Sangue, Liana falou sobre a importância deste ato voluntário e altruísta que salva vidas, uma bolsa de sangue de 450 ml pode salvar a vida de até quatro pessoas, complementou ainda que, “recentemente o Hemepar adotou novas tecnologias para diminuir as janelas imunológicas nos doadores de sangue, como por exemplo, o exame NAT, que diagnostica com maior precisão os vírus presentes na corrente sanguínea”, informações fundamentais para os acadêmicos.

A parceria entre a Fafijan e o Hemepar através do projeto: “Doação de Sangue, Medula Óssea e Cidadania”, tem a participação dos acadêmicos do curso de Ciências Biológicas, que a cada ano captam novos voluntários para a realização deste trabalho grandioso que já tem 17 anos de existência.

O vice-coordenador  Jorge Takasusuki  e a Diretora Maria Gertrudes parabenizaram o trabalho realizado pelos acadêmicos e agradeceram a presença da Assistente Social Liana Lopes Bassi, assim como o apoio que temos recebido da chefe da Divisão de Hematologia do Hemepar Claudete Ayane Omotto, finalizando a reunião.

Edilaine Cerutti informa que a primeira doação de sangue do ano de 2014, será no dia 27 de março, a partir das 19 horas  no Anfiteatro da Fafijan, é necessário apresentar documento com foto, estar bem alimentado e estar em boas condições de saúde para poder realizar a doação.