Notícias

Publicado em 14 | 12 | 2013 às 0:22

Turma de Ciências Contábeis realizou Julgamento Simulado

Tema sobre Ética da Profissão Contábil

Texto por: Professores: Eberson de Aguiar e Claudinette Gabarron | Fotos por: Colegiado de Contábeis

No dia 27 de novembro, os alunos do segundo período do curso de Ciências Contábeis fizeram a simulação de um julgamento sobre a Ética Profissional do Contador. O trabalho fez parte das disciplinas de: Ética Geral e Profissional, ministrada pelo professor Especialista Eberson Paulo de Aguiar e Português Instrumental, ministrada pela professora Mestra Claudinette Gabarron Meggiato, os quais enfatizaram que é o terceiro ano que realizam esse  trabalho interdisciplinar, confirmando o sucesso da atividade com os alunos e da parceria  entre os dois professores.

Como a disciplina de Ética Geral e Profissional é  predominantemente teórica, o desenvolvimento desse julgamento simulado torna o trabalho mais concreto,  fazendo com que os acadêmicos vivenciem na prática problemas relativos à postura profissional do contador em sua empresa. Para o professor Eberson, “essa atividade motiva os alunos a buscarem as soluções para as dificuldades a serem sanadas através do simulado, questionando, argumentando e aprendendo a respeito da ética, da moral, da educação e profissionalização do contador.”

Em relação à disciplina de Português Instrumental, os conteúdos trabalhados são diversos, sobretudo aqueles relacionados à comunicação. A professora  com otimismo relata: “Nesses três últimos anos de trabalho com o Professor Eberson no Júri simulado em Ciências Contábeis, nossos alunos trabalham os temas de linguagem formal e informal, concordância verbal e nominal, os pronomes de tratamento, relatórios, atas, argumentação lógica organizada pela acusação e a defesa, bem como a postura e a comunicação oral apresentadas por eles,  são exercícios concretos  de uso efetivo da língua materna”.

Segundo os dois professores, ao final do trabalho no segundo período de contábeis, os acadêmicos demonstram mais maturidade e consciência crítica em relação à verdadeira formação ética e também linguística do Contador.