Notícias

Trabalho de conscientização ocorre na Fafijan desde 1996: uma parceria do Hemonúcleo de Apucarana com o Curso de Ciências Biológicas

Trabalho de conscientização ocorre na Fafijan desde 1996: uma parceria do Hemonúcleo de Apucarana com o Curso de Ciências Biológicas

Publicado em 23 | 05 | 2013 às 10:03

Acadêmicos dão exemplo de solidariedade no projeto “Doação de Sangue” da Fafijan

Ao todo, 41 bolsas de sangue foram coletadas na noite de quarta-feira, 15 de maio

Texto por: Marketing Fafijan

Acadêmicos da Fafijan (Faculdade de Jandaia do Sul) ouviram o chamado da equipe do projeto “Doação de Sangue, Medula Óssea e Cidadania” e mais uma vez compareceram ao Anfiteatro da Instituição para colocar em prática a solidariedade. Em 20 minutos, as 50 senhas foram distribuídas e, das 19 horas às 22h30, 41 bolsas de sangue foram coletadas e muitas destas, sangue tipo “O” negativo e “A” negativo que estava em falta no Hemepar.

A organizadora do projeto, Edilaine Cerutti Borges, avalia como excelente o resultado de mais uma ação. “Das nove pessoas que não puderam doar nesta noite, seis foi porque teve suspeita de dengue recente e três foi o fluxo de sangue baixo”, comenta ela. O que significa que os estudantes estão bem informados sobre quem pode e quem não pode doar. “Temos uma equipe de seis estagiários [estudantes de Ciências Biológicas], que entram de sala em sala, na semana da coleta, passando instruções, informações e tirando dúvidas.”

Edilaine conta que, durante a noite de quarta-feira, 15 de maio, várias pessoas ainda desceram ao local onde fica estacionado o ônibus do Hemonúcleo de Apucarana para realizar a doação, o que não foi possível devido ao número limite de coletas por noite. “Quanto à grande procura, vejo também como sinal de que os integrantes do projeto têm feito um bom trabalho de conscientização entre os estudantes e professores da casa e de que a comunidade interna tem compreendido a importância desse ato simples, que pode salvar até quatro vidas”, afirma ela. “Desejamos, com isso, formar doadores de sangue voluntários, que mesmo depois de formados continuem praticando a boa ação, hoje só a agradecer a todos pela colaboração.”

Ana Carolina de Aguiar, do terceiro período de Contábeis, aproveitou a oportunidade para doar pela primeira vez. “O que sempre me chama a atenção é a equipe que passa na sala, por isso tinha tentado doar outras vezes, mas nunca conseguia senha. É bem mais tranquilo que eu imaginava, não dói e a sensação que fica é de gratificação, de poder ajudar outras pessoas. Com certeza foi à primeira de muitas vezes, e vou convidar alguns colegas para praticar esse ato também”, garante a acadêmica.

Quem doou sangue pela primeira vez também foi o Senhor Samuel Bartolomeu Fiorucci, aos 48 anos de idade. Segundo ele “a oportunidade só apareceu agora e o fato de ser no período da noite ajuda muito”.

 

Hemonúcleo de Apucarana

O Hemonúcleo de Apucarana (que atende hoje os 17 municípios da 16ª Regional de Saúde) está localizado ao lado do Ginásio de Esportes João Antônio Basso (mais conhecido como Lagoão), na Rua Antonio Ostrenski, número 3 – Centro. Por lá, as doações de sangue são realizadas de segunda a sexta-feira, das 13 horas às 16h30. Mais informações pelo telefone: (43) 3420-4200.