Notícias

Publicado em 31 | 05 | 2011 às 13:34

Projeto “Doação de Sangue” tem início nesta quarta-feira, dia 1

Poderão colocar em prática a solidariedade, acadêmicos que fazem parte do Grupo II: Administração, Ciências Biológicas, Gestão da Qualidade, Letras/Espanhol, Letras/Inglês e Pedagogia

Texto por: imprensa@fafijan.br

Nesta quarta-feira, primeiro de junho, a partir das 19 horas, uma estrutura estará montada no Anfiteatro da Fafijan (Faculdade de Jandaia do Sul) para receber os primeiros doadores de sangue de 2011. A atividade faz parte do projeto “Doação de Sangue, Medula Óssea e Cidadania”, que existe desde 1996 na Instituição, em uma parceria do Colegiado de Ciências Biológicas com o Hemonúcleo de Apucarana.
A coordenadora do projeto, Edilaine Cerutti Borges, lembra que na época do frio, o número de bolsas de sangue diminui, e muito, nos postos de recebimento, o que aumenta a preocupação em relação às doações. “Nesse período, apesar da diminuição nas coletas, a demanda não desacelera. Por isso, é tão importante colaborar”, diz Edilaine. Ela comenta ainda que não há prejuízo aos acadêmicos que decidem praticar o bem. “Os professores abonam as faltas daqueles que recebem um comprovante, assinado por mim, com horário de chegada e saída do Anfiteatro”, conta a coordenadora.
Além de adquirir novos conhecimentos técnicos, por meio dos estudos, alunos pertencentes ao Grupo II (Administração, Ciências Biológicas, Gestão da Qualidade, Letras/Espanhol, Letras/Inglês e Pedagogia) da Fafijan poderão voltar às suas casas, na quarta-feira, com uma lição a mais: a da solidariedade. “Fica o convite. O procedimento de doação de sangue é simples, vocês não precisarão sair do estabelecimento para realizar a ação e são 450 mililitros que poderão salvar a vida de até seis pessoas, já que o sangue após coletado é fracionado”, ressalta Edilaine.

Podem doar
Podem ser doadores de sangue pessoas entre 18 e 65 anos de idade, que pesem mais de 50 quilos e apresentem boas condições de saúde. No dia da coleta, o doador deve estar bem alimentado e munido de um documento original com foto.

Não podem doar
Ficam impedidos de doar sangue aqueles que tiveram hepatite após os 10 anos de idade; que estiverem com febre, anemia, hipertensão ou hipotensão no momento da doação ou que ingeriram bebida alcoólica 24 horas antes; que fizeram alguma cirurgia de grande porte, pearcing ou tatuagem há menos de um ano; mulheres grávidas ou que estão amamentando.

Projeto
Em parceria com o Hemonúcleo de Apucarana, o objetivo principal dessa iniciativa, que nasceu em 1996, com o seguinte slogan: “Mostre que você tem coração – Doe Sangue. Salve Vidas”, é promover solidariedade entre acadêmicos, professores e funcionários da Instituição, ao incentivar a prática voluntária da doação de sangue. Em 2008, o projeto mudou o nome para: “Doação de Sangue, Medula Óssea e Cidadania”, incluindo o cadastramento de medula óssea em suas atividades. Neste ano, o cadastramento será realizado no dia 29 de junho, para os Grupos I e II. E a próxima doação de sangue, marcada para o Grupo I (Ciências Contábeis, Geografia, Gestão de Cooperativas, Marketing e Psicologia) irá ocorrer na quarta-feira, 10 de agosto.