Notícias

Objetivo da exposição foi conscientizar os visitantes da importância de consumir menos e de reutilizar e reciclar tudo o que for possível

Objetivo da exposição foi conscientizar os visitantes da importância de consumir menos e de reutilizar e reciclar tudo o que for possível

Publicado em 09 | 06 | 2011 às 22:27

Acadêmicos de Gestão da Qualidade expõem trabalhos sobre reciclagem no Colégio Estadual Unidade Polo

Essa foi uma das atividades que a escola organizou na Semana do Meio Ambiente. Segundo o diretor, Alessandro Cristiano Garbelim, houve também palestras, debates e mutirão da limpeza

Texto por: imprensa@fafijan.br | Fotos por: Assessoria de Imprensa Fafijan

Folhas de jornais que iriam para o lixo, nas mãos de caprichosos artesãos, transformam-se em lindas cestas. Caixinhas de leite viram bolsinhas. Tambores de tinta e de massa corrida, feitos de papelão, após serem decorados passam a servir de porta-trecos. O papel, em suas variadas serventias – embalagens, fôlderes, cadernos, sulfites – que a maioria das pessoas joga sem sentimento de culpa junto com o lixo orgânico no meio ambiente, poderia também retornar à vida útil se fosse separado corretamente e destinado à reciclagem. Bruno Alves da Roza, do terceiro período de Gestão da Qualidade da Fafijan (Faculdade de Jandaia do Sul), destaca que uma tonelada de papel reciclado significa a sobrevivência de 10 a 20 árvores. E que na fabricação de uma tonelada desse material são necessários dois mil litros de água, enquanto no processo convencional são quase 100 mil litros.
E o papel é somente um dos materiais que pode ser reaproveitado por meio de processos adequados de reciclagem – ainda hoje, o fim mais lucrativo e ecológico que os resíduos podem ter. Há também o alumínio, um tipo de metal conhecido pela possibilidade de ser reciclado eternamente, e o pneu (10% de borracha natural – látex, 30% de petróleo – borracha sintética, 60% de aço e tecidos de lona); uma mistura que, na natureza, demoraria cerca de 600 anos para se decompor e que, em mãos conscientes, pode ser usada na fabricação de calçados, rodos, encostas de estradas, asfalto, balanço para crianças...
Essas foram apenas algumas das idéias apresentadas pelos acadêmicos do curso de Qualidade da Fafijan aos alunos do Colégio Estadual Unidade Polo na noite de quinta-feira, 2 de junho. Os trabalhos foram elaborados na disciplina de Gestão Ambiental, ministrada pela professora doutora Aniele Radzikoski Agner. “O convite para participar da Semana do Meio Ambiente foi bastante positivo, pois valorizou a dedicação que os estudantes tiveram com as pesquisas. Percebi que eles se prepararam muito bem, capricharam na montagem dos estandes e souberam explicar de forma clara o conteúdo abordado”, parabeniza a professora.
O objetivo da exposição foi conscientizar crianças, adolescentes, jovens e adultos sobre a importância da reciclagem. “Foi uma oportunidade bem interessante de passarmos adiante alguns dados, curiosidades, informações que obtivemos por meio dos estudos e de alertar realmente a população. São lições que, quanto mais pessoas tiverem conhecimento e, principalmente, colocarem em prática, melhor para o planeta”, afirma a acadêmica Ana Claudia Veloso. “Sem contar que é bom sair da rotina da sala de aula, realizar atividades externas e ter esse contato com diferentes públicos”, complementa Bruno.
Para o diretor da Unidade Polo, professor Alessandro Cristiano Garbelim, a parceria com a Fafijan gera sempre bons resultados. “Os estudantes trouxeram muitas novidades e alternativas do que pode ser feito com o lixo; para muitas pessoas, sinônimo de geração de renda. Acredito que quem passou por aqui e prestou atenção no que foi dito voltará para casa mais sensibilizado e crítico em relação às suas atitudes e às dos outros“, comenta o diretor.

Coleta de lixo eletrônico
No início deste ano, por iniciativa do contabilista da casa, Adriano Canale, a Fafijan (Faculdade de Jandaia do Sul) doou à ONG E-Lixo, de Londrina, mais de 400 quilos de lixo eletrônico que estavam acumulados em uma sala de descarte. Diversos meios de comunicação da cidade e da região veicularam a notícia, que chamou a atenção da professora Marlene Alencar Miranda, do Colégio Estadual Unidade Polo. Tendo uma semana de atividades voltadas à preservação do meio ambiente a ser desenvolvida, ela teve a idéia de propor parceria à Fafijan e tornar o que foi uma ação interna, sócio-ambientalmente correta, em algo maior, envolvendo toda a comunidade.
Assim surgiu o projeto “Conscientização Ambiental: coleta de lixo eletrônico”, que conta também com a participação dos acadêmicos do curso de Gestão da Qualidade. Até o dia 30 deste mês, pessoas ou empresas interessadas em se desfazer dos aparelhos eletroeletrônicos e de informática, como monitores, teclados, mouses, impressoras, TVs, videocassetes, que não estão sendo mais utilizados, seja por avaria ou substituição, poderão entregá-los nas dependências da Fafijan ou do Colégio Estadual Unidade Polo. Todo o material coletado será destinado à ONG E-Lixo. “A novidade é a coleta de pilhas e baterias, que serão entregues à Secretaria do Meio Ambiente de Apucarana”, lembra Adriano.
O contabilista confessa que não esperava que a idéia dele fosse repercutir tanto. Mas sente-se feliz: “É sinal de que há mais pessoas que se interessam pela preservação do meio ambiente. Convido a todos a participarem deste novo projeto, conscientes da responsabilidade que cada um tem.” 
O trabalho realizado por Adriano, na Fafijan, no começo de 2011, rendeu a ele a “Moção de Parabéns” da Câmara de Vereadores. A homenagem foi entregue na segunda quinzena de maio.

Serviço
A ONG E-Lixo está localizada na Rua Ermelindo Leão, número 385, Parque Bom Retiro, Londrina – PR. O telefone para contato é o (43) 3339-0475 ou (43) 9995-1102