Notícias

Edilaine: “É importante o quanto antes ter em mãos a carteirinha, porque além dos dados pessoais do doador estão nela os resultados dos principais exames de sangue realizados, como Chagas, sífilis e HIV”

Edilaine: “É importante o quanto antes ter em mãos a carteirinha, porque além dos dados pessoais do doador estão nela os resultados dos principais exames de sangue realizados, como Chagas, sífilis e HIV”

Publicado em 11 | 06 | 2011 às 22:26

Carteirinhas do doador - de estudantes que doaram sangue no dia 1 - já estão prontas

Coordenadora do projeto “Doação de Sangue, Medula Óssea e Cidadania”, Edilaine Cerutti Borges, pede a todos que as retirem no Laboratório de Biologia, sala 11

Texto por: imprensa@fafijan.br | Fotos por: Assessoria de Imprensa Fafijan

Os 42 acadêmicos da Fafijan (Faculdade de Jandaia do Sul) que colaboraram com o projeto “Doação de Sangue, Medula Óssea e Cidadania”, na noite de quarta-feira, dia 1, já podem retirar suas carteirinhas de doador no Laboratório de Biologia, sala 11. A coordenadora do projeto, Edilaine Cerutti Borges, explica que, entre outras informações, como nome do doador, data em que a doação foi realizada, tipo de sangue e RH, a carteirinha traz os principais resultados dos exames que são realizados com as amostras de sangue coletadas. “Chagas, HIV, sífilis são alguns exemplos. Por isso, é tão importante, o quanto antes, o doador ter acesso a essas informações”, ressalta Edilaine. Ela também lembra que a carteirinha oferece benefícios aos doadores, como meia-entrada em alguns cinemas, apresentações culturais e eventos esportivos. “O que não é o grande objetivo do nosso público, uma vez que os estudantes já possuem essas garantias. Os doadores da Fafijan doam, realmente, por solidariedade”, diz acreditar.
As carteirinhas e os resultados foram enviados pelo Hemonúcleo de Apucarana: “vêm em envelopes individuais, nomeados e devidamente lacrados, o que garante total sigilo das informações. E a cada nova doação, outra carteirinha é emitida, com os dados atualizados”. Cabe lembrar que os homens podem fazer até quatro doações de sangue por ano, em intervalos de dois meses; e as mulheres três, em intervalos de três meses.
O Hemonúcleo de Apucarana (que atende hoje os 17 municípios da 16a Regional de Saúde) está localizado ao lado do Ginásio de Esportes João Antônio Basso (mais conhecido como Lagoão), na rua Antonio Ostrenski, número 3 – Centro. Por lá, as doações de sangue são realizadas de segunda a sexta-feira, das 13 horas às 16h30. Mais informações pelo telefone: (43) 3420-4200.