Notícias

Publicado em 01 | 07 | 2011 às 21:20

Curso de Gestão de Cooperativas da Fafijan é reconhecido pelo MEC com conceito 4

Nota vem mostrar que a Instituição mantém-se empenhada no compromisso de oferecer aos estudantes todas as condições necessárias para uma formação completa e de qualidade

Texto por: imprensa@fafijan.br

O curso de Gestão de Cooperativas da Fafijan (Faculdade de Jandaia do Sul) passou no mês de março deste ano pela avaliação do MEC (Ministério da Educação) para fins de reconhecimento. E recebeu o conceito 4 – em uma escala de 1 a 5 – dos avaliadores que, in loco, verificaram cada detalhe das dimensões analisadas: organização didático-pedagógica, corpo docente e instalação física.
O coordenador do curso, João Lourenço de Almeida, destaca que entre os itens mais bem avaliados está o nível dos professores. “O fato de termos 80 por cento deles com mais de três anos na docência; grande parte, mestres e doutores; técnicos com formação específica; e vários atuando em cooperativas, agradou bastante a comissão do MEC”, conta Lourenço. Ele, que trabalhou por 22 anos no sistema cooperativista, afirma que a experiência traz dinamismo dentro da sala de aula. “Em vez de me ater apenas aos autores, consigo falar das minhas próprias histórias, exemplificar uma teoria utilizando exemplos reais”, explica. “Na prática, a gente passa por situações que por vezes não estão descritas nos livros e que podem preparar melhor os futuros profissionais para o mercado.”
Ainda quanto à avaliação, o professor afirma que a biblioteca também foi um item bem conceituado. E que a nota, sendo um conjunto de diversos quesitos, significa que a faculdade, como um todo, está bem estruturada. “O aluno, quando vem para cá, pode estar certo de que encontrará todo o apoio necessário, físico, humano, material, para se formar com extrema competência. E isso, mesmo em se tratando de um curso novo, porque a Fafijan ao ofertar novas opções antecipa-se em criar todas essas condições”, salienta o coordenador.
Apesar de saber que a avaliação do MEC é bastante criteriosa, Lourenço comenta que estava confiante em relação à qualidade do curso. “O resultado só vem comprovar que estamos no caminho certo. O Colegiado divide essa conquista com os acadêmicos e professores de Gestão de Cooperativas, com o corpo técnico-administrativo e com a direção da faculdade”, menciona o coordenador.
O curso de Gestão de Cooperativas, implantado na Fafijan em 2007, tem a duração de dois anos. Segundo Lourenço, visa a formar um profissional com conhecimento administrativo na área de cooperativas, focando os vários ramos de atuação; bem como o deixa a par da legislação, doutrina, ética e filosofia do sistema. “Depois de formada, a pessoa pode trabalhar tanto na área de planejamento, como nos diversos setores de uma cooperativa. Também pode atuar junto aos associados, no fomento da filosofia cooperativista”, cita Lourenço alguns exemplos.