Notícias

De um lado, atividade proporciona diversão à meninada; do outro, vivência aos acadêmicos de Pedagogia

De um lado, atividade proporciona diversão à meninada; do outro, vivência aos acadêmicos de Pedagogia

Publicado em 05 | 09 | 2011 às 16:41

Distrito de São José recebe a Brinquedoteca Itinerante da Fafijan

Durante toda a manhã de sábado, 27 de agosto, crianças se divertiram com os trabalhos desenvolvidos por acadêmicos do curso de Pedagogia

Texto por: imprensa@fafijan.br | Fotos por: Assessoria de Imprensa Fafijan

Oficinas de máscara e de peteca; teatro com palhaços; futebol de sabão. Essas foram apenas algumas das opções que as crianças do distrito de São José tiveram para escolher no sábado, 27 de agosto, ao chegar à quadra de esportes da Escola Municipal Gonçalves Dias, onde foi montada a Brinquedoteca Itinerante da Fafijan (Faculdade de Jandaia do Sul). “Todas as atividades são muito criativas. A meninada fica contando os dias quando os professores avisam em sala de aula que haverá Brinquedoteca”, conta a mãe da pequena Beatriz, Mara Cristina da Silva Nogueira.
Se por um lado, o trabalho de integração com a comunidade externa proporciona momentos de alegria, por outro, é uma oportunidade rica de aprendizado para os acadêmicos de Pedagogia. “Para os alunos do sexto período do curso, a Brinquedoteca faz parte da disciplina de Estágio Supervisionado 4”, explica a coordenadora do projeto, Josefa Fátima de Sena Freitas. “Tudo o que estamos vendo aqui hoje é a etapa final de um longo processo de planejamento. As atividades executadas foram antes analisadas sobre a faixa etária que deveriam atender, sobre os benefícios proporcionados e sobre os objetivos a serem atingidos.”
Para Josefa, o momento da execução, em que os estudantes entram em contato com as crianças, é uma experiência única. “Nem sempre as coisas saem como o planejado. Lidamos com pessoas de idades, classes sociais e históricos distintos. O que acaba se tornando uma importante lição sobre como agir diante da adversidade e com a diversidade”, destaca a coordenadora.
Somando a quinta Brinquedoteca no currículo, a acadêmica Graziela Evaristo de Souza, do sexto período, afirma que a atrai pensar na educação de uma maneira mais lúdica. “Trabalho há cinco anos com educação infantil e ensino fundamental. Sempre que posso, utilizo-me de música, dança, teatro para ensinar. Muitas das experiências que coloco em prática aqui na Brinquedoteca, ou que acho interessante de algum outro grupo, eu também aproveito para aplicar em sala de aula”, garante. 
Lucas Gabriel de Sousa, 9 anos, resume a Brinquedoteca Itinerante da Fafijan em uma palavra: “Sensacional. Podia ter um monte de vezes ao ano. O que eu mais gosto é de estar com as outras crianças, fazer amigos”.
Uma boa notícia para Lucas Gabriel é que, segundo Josefa, ainda em 2011, haverá mais duas edições da brinquedoteca em Jandaia do Sul, em datas e locais a serem definidos.