Notícias

Centenas de visitantes prestigiaram a Feira de Novos Produtos, que foi realizada no Ginásio de Esportes da Fafijan

Centenas de visitantes prestigiaram a Feira de Novos Produtos, que foi realizada no Ginásio de Esportes da Fafijan

Publicado em 18 | 11 | 2011 às 15:21

Uma feira de muitas novidades

Décima primeira Feira de Novos Produtos, organizada em conjunto pelos cursos de Administração e Marketing da Fafijan, atraiu grande público na noite de quarta-feira, 9 de novembro

Texto por: imprensa@fafijan.br | Fotos por: Assessoria de Imprensa Fafijan

Em 2011, 24 estandes foram montados no Ginásio de Esportes da Fafijan (Faculdade de Jandaia do Sul) para a Feira de Novos Produtos; ou seja, muita coisa interessante pôde ser vista pelos visitantes que passaram por lá na noite de quarta-feira, 9 de novembro. Mesa que se transforma em banco. Suco de beterraba com laranja e limão. Milk-shake de abacaxi e rum. Vasilhame para pipoca com porta-copo. Torta de carne suína com legumes. Bota feminina que vira scarpin. Cocada com canela e mel. Saco de lixo que vem com sachê de composto orgânico que acelera a decomposição da matéria orgânica, resultando em um excelente adubo. Pão de mandioca com queijo. Celular com carregador acoplado... foram apenas algumas das novidades apresentadas.
Rodrigo Fuzeti, do quarto período de Marketing, esteve à frente do Ecowood – em português, algo como madeira ecológica. “Busquei, por meio do meu projeto, fazer o reaproveitamento da madeira utilizada como matéria-prima na fabricação de alguns instrumentos, que são descartados após o uso ou quando quebram, como os pallets e as bobinas”, comenta Rodrigo.
Pallets que estavam prontos para ir ao lixo ou serem queimados foram por ele resgatados e viraram sofá, cama; já as bobinas, mesa e poltrona. Mostrando calos e machucados nas mãos, Rodrigo fez questão de ressaltar que todas as adaptações vistas, no evento, foram feitas por ele. Sim, mão na massa; ou melhor, na madeira. “Já vinha trabalhando com essa idéia há algum tempo, e a feira foi uma grande oportunidade para divulgá-la. Acredito, na verdade, que o evento tenha de ser encarado assim: não como mais um trabalho de faculdade, mas como a possibilidade de conjecturar algo para o futuro”, analisa o aluno.
Cristina Tavares, coordenadora do curso de Marketing explica que, tendo o apoio interdisciplinar dos docentes, é dado um tempo para as equipes, tanto de Marketing como de Administração, se organizarem e avaliarem as oportunidades existentes no mercado. O que isso quer dizer? Detectar as necessidades e os desejos dos consumidores, colocando à disposição deles melhorias, comodidades, variedades, soluções de problemas. “Lembrando que há hoje uma infinidade de nichos a serem observados e ainda a serem descobertos”, destaca ela.
Após essa reflexão, os estudantes partem para a criação do produto ou serviço, propriamente dito; elaboração de embalagem, logo, slogan; formação de custo, preço de venda; divulgação; montagem do evento... Um trabalho e tanto! “Experiência que oferece a eles a compreensão do mercado, organização e sentido de grupo, além do conhecimento de como se estrutura uma feira”, afirma a professora de Administração Mercadológica, Marisa Zanini.
Segundo Marisa, os objetivos dessa atividade são: unir teoria e prática, tornar os acadêmicos mais atentos às lacunas existentes no mercado, instigar a criatividade, promover o empreendedorismo. “É bacana quando eles percebem que são capazes de pensar e produzir algo novo. É um excelente estímulo para que acreditem em suas idéias e no potencial que possuem”, complementa a docente.